RANCHO DE  CANTADORES DE PARIS

Em, 2016, o grupo teve a sua estréia em Outubro de, no Festival des Villes des Musiques du Monde na abertura do concerto de Kátia Guerreiro (Fado). Oficializámo-nos como os “Cantadores de Paris” no concerto com o Ricardo Ribeiro (Fado).

 

- Em 2017, o  grupo co-produziu e foi o protagonista do filme-documentário: "Les Chanteurs de Cante de l'Alentejo à Paris" (Os Cantadores de Paris). Esta longa-metragem realizada por Tiago Pereira explora a apropriação cultural deste estilo de canto, típico do Alentejo, por artistas internacionais da cidade de Paris.

 

- Em 2017, na nossa primeira viagem ao Alentejo, no dia 16 de abril, durante uns petiscos a A. do Pinto com o grupo emblemático Rancho de Cantadores da Aldeia Nova de São Bento, eles baptizaram-nos “Rancho de Cantadores de Paris”.

 

- Desde então, o grupo deu concertos em Paris, Montreux, nos Pirinéus e em várias cidades de Île-de-France, na região de Paris.

 

- Com o intuito de preservar este estilo de canto polifónico português, em Junho de 2017 a Compagnie des Rêves Lucides criou uma escola de Cante Alentejano em Paros, a primeira a ser criada fora de Portugal.

 

Co-ordinação: Julia Alimasi.

Ensaiador: Carlos Balbino.

 

Para mais questões e candidatar-se, visite a nossa página sobre a nossa escola de Cante Alentejano. 

RANCHO

"Les Chanteurs de Cante de l'Alentejo à Paris", film

2017

Clémentine

Alentejo, avril 2017.

Dessins faits par Anna Turtsina.

Copyright

La Cie des Rêves Lucides

logo-black-bgr

Rancho (português) - grupo de dança e música folclórica portuguesa

 

Cantadores (português) - cantores de Cante Alentejano

 

Cante Alentejano - Canto polifónico português típico da região do Alentejo, reconhecido como Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO no dia 27 de Novembro de 2014

Únicos em França a defender e a partilhar a beleza do Cante Alentejano, os Cantadores de Paris são formados em 2016 como um projecto experimental da nossa companhia teatral, a Compagnie des Rêves Lucides: cada canção era um convite à partilha, à viagem e à descoberta do outro através do cante polifónico. Somos artistas com diferentes percursos, idades, sexos e nacionalidades: o nosso objectivo agora é de espalhar o Cante Alentejano, a sua força e os seus valores pela sua simples força de sonoridades e melodias.

CANTADORES